1 0 13003 600 0 0 http://sergal.com.br/blog 960 0
site-mobile-logo
site-logo

O que é Galvanização à Fogo?

O que é Galvanização à Fogo?

O que é Galvanização à fogo Porque Galvanizar?

O que é galvanização a fogo e por que galvanizar?
O que é galvanização a fogo e por que galvanizar?

A Sergal, empresa especializada em galvanização a fogo, fundada em 1986, vem executando a três décadas serviços em peças de até 3,5 metros de comprimento.

Mas o que é galvanização a fogo e por que galvanizar?

Esta técnica de galvanização produz uma fina capa de zinco para um metal sólido, com uma completa imersão do aço em um banho de zinco derretido. Antes da imersão, o aço precisa de uma limpeza química para remoção de possíveis óleos, graxas, carepas ou oxidações.

A preparação inicial do aço é fundamental pois o zinco não terá uma boa reação com ele sujo. A galvanização a fogo ajuda a formar um ”colete” para proteger o metal do clima.

Na próxima vez que estiver de carro, andando na rua ou no ônibus repare nos postes de placas  novos, uma grande parte terá uma cor prateada típica. Esse ”prateado” nada mais é que a camada de zinco que a galvanização proporciona.

Por que galvanizar? Bem simples, a galvanização da ao metal propriedades de ante corrosão. Sem a camada protetora de zinco, o metal vai permanecer exposto e a oxidação e corrosão vão se potencializar muito mais rápido. A galvanização a fogo de aços é uma alternativa bem efetiva para prevenir a corrosão.

E o zinco?

galvanização a fogo e zinco e zincagem
Relação entre zinco e galvanização a fogo para proteção de metais

Vamos falar um pouco sobre sua relação entre o Zinco e estruturas metálicas. A utilização de Zinco como revestimento que protege estruturas em ferro, teve a sua origem na Índia e a primeira evidência advém de Armaduras indianas do século XVII, porém, o primeiro registro científico de Galvanização ocorreu em 1742 onde um químico francês realizou experiências envolvendo o revestimento de zinco fundido de peças de Ferro.

Com a evolução da tecnologia hoje temos alguns processos diferentes de galvanização, que podem ser por imersão a quente, por imersão em banho de zinco ou também em cementação pelo Zinco, e, caso tenha ouvido falar sobre galvanização a frio, tome como nota que tecnicamente ela não é considerada um processo de galvanização, pois utiliza tinta de zinco em aerossol apenas para pequenos retoques em peças já galvanizadas.

Vale re-lembrar que estes processos ainda são realizados em metais, com intuito de proteger estes materiais contra a ferrugem evitando sua corrosão e garantindo mais durabilidade para a estrutura metálica. Com isso em mente, percebemos que a galvanização dos metais, nos dias de hoje, para grandes obras ou até mesmo para as pequenas é indispensável.

Tubos de aço galvanizados

Tubos de aço galvanizados para melhor proteção e durabilidade
Tubos de aço galvanizados para melhor proteção e durabilidade

Os tubos galvanizados são a base para a produção de grades, esquadrias e barras para cercas e portões residenciais, industriais e comerciais. Também conhecido como tubos zincado, são empregados em diversos setores como estruturas de alambrados, postes de iluminação, conduções de diversos fluídos e também utilizados na área esportiva para fabricar traves de campos de futebol ou de quadras poliesportivas.

Este tubos por serem galvanizados, tem sua vida útil prolongada e resistem melhor ao tempo, à chuva e ao sol, evitando uma possível corrosão. A técnica da galvanizaçãopermite até que esses tubos sejam utilizados para a condução de fluídos não corrosivos, quer sejam sólidos, líquidos, pastosos ou mesmo gasosos. 

Sergal é certificada para realizar a Galvanização em tubos de Aço. Conte conosco, solicite um orçamento.

Etapas de Galvanização a Fogo

Processos e etapas de galvanização a fogo para galvanizar
Processos e etapas de galvanização a fogo para galvanizar

Desengorduramento

Consiste na imersão da peça num banho desengordurante que pode ser alcalino a quente ou ligeiramente ácido. O objetivo é a completa remoção de lixos e outros contaminantes superficiais.

Decapagem Ácida

Após passar por etapas de enxaguamento intermédias, a peça é mergulhada num banho ácido que tem por objetivo a remoção total de óxidos (Ferrugem) presentes na superfície da peça. Após a decapagem a peça é mergulhada em água para neutralizar o seu ph

Fluxagem

O objectivo da fluxagem é depositar na superfície da peça uma camada de de cloreto de zinco e cloreto de amónio.  que se destina a remover os óxidos que se formaram na superfície após a decapagem e impedir a formação de corrosão antes da imersão da peça no banho de zinco. Após a fluxagem, a peça pode ou não ser secada.

Banho de Zinco

A peça é mergulhada num banho de zinco que contém pelo menos 98% de Zinco com outros aditivos, e que se encontra a cerca de 450 °C. A peça permanece dentro do banho até que atinja a temperatura do banho. Durante a imersão o zinco do banho reage com o Ferro e Aço e forma uma série de camadas de liga intermetálica Zinco-Ferro, metalurgicamente ligadas.

Arrefecimento

Após a sua remoção do Banho de Zinco, as peças são Arrefecidas ao ar ou por imersão em água ou solução de passivação. No caso da galvanização de porcas, parafusos e outras peças muito pequenas, as mesmas são colocadas num tambor rotativo que é sucessivamente passado pelas várias fases do processo. Após a sua imersão no banho de zinco, o tambor é removido do banho e centrifugado a alta velocidade para remover o excesso de zinco que não reagiu com o Aço.

Sem categoria
Previous Post
Ponte Estaiada São ...
Next Post
Características da ...
10 Comments
Leave a Reply